sábado, 22 de novembro de 2014

Uma moeda para ...

O que valem mais? Pessoas ou coisas... Se vc pensa que minha pergunta é descabida e óbvia demais cuja a resposta  será claramente é : pessoas. Peço que você olhe melhor a prática de tudo isso...
 Hoje sai do meu curso de alemão  e no caminho eu  parei no centro para comprar um sanduíche muito gostoso  turco chamado Dönner ( que gosto demais aqui ), porém  meus rins graças a Deus funcionam bem demais (até demais kkk)  e  quase sempre ele quer soltar sua fabricação (kkkk novo nome para xixi) tipo de 40 em 40 minutos  nos lugares mais impróprios possíveis. No Brasil sempre fui acostumada a usar os banheiros e pedir licença e nunca tive problemas com isso.. E lógico que pensei que o mesmo aconteceria aqui em Hamburgo ( engano meu)... No começo percebi que aqui  sempre tinha uma pessoa de Jaleco  na parte de fora do banheiro com um pratinho para vc  colocar a gorgetinha  por ele cuidar  da limpeza e gentilmente você pode ou não ofertar, mas essa atitude já havia visto no Brasil e acho até  que é bom.
    E Eu com uma vontade lascada de  aliviar  e com as pernas  encolhidas andando rapidim kkk  ( Sabe quando já está insuportavelmente insuportável) kkkkk  fui até um restaurante perto da estação de trem, entrei e fui ao banheiro  (  q  não tinha homem de jaleco) e ao terminar  caminhando para a porta eis que um  homem alto já velho com cara de poucos amigos  parou na frente da porta impedindo minha saída  e rudemente me disse: que eu precisava pagar para ir ao banheiro e eu um pouco assustada disse: me desculpa  e ele rebateu :- Desculpa não, vc precisa pagar  e eu super desnorteada e sem entender e deverasmente envergonhada com as pessoas do restaurante e funcionários todos de olho na minha reação e no acontecido. Eu peguei  as moedas e paguei e como manteiga derretida que sou, quando bati a porta e sai eu comecei a chorar HOOORRRORES.
Geralmente pessoas alemãs  mais velhas e principalmente as que moram no norte (  eu moro no norte) são muito diretas  para não dizer sem educação, elas falam tudo na lata  e você gostando ou não elas vão te dizer.. Alguns amigos já haviam me contado experiências  tristes e  constrangedoras  mas  eu ainda não havia passado por isso  e também não imaginava que passaria tão cedo rrsrsrs. Aqui também existe uma peculiaridade que  tenho aprendido,  a de que quase todos os banheiros você precisa pagar para entrar e usar; então ta tipo assim, para eu sair de casa preciso quebrar o porquinho, porque se eu vou fazer compras ou  passar um tempo no centro eu irei usar o banheiro. (  até no shopping vc paga! existe uma catraca que vc só entra paganda  gata! é mole?)
 Nesse restaurante eu já havia ido outras vezes e sempre pensei que não precisava pagar porque não havia nada escrito... Talvez eu ainda ande com a cabeça  e com a cultura brasileira tão enraizada que  talvez ainda não me dei conta desse costume um tanto quanto egoísta. Ai eu te pergunto. Se vc tem um estabelecimento e coloca banheiro você precisará pagar uma pessoa para limpar certo? Independentemente se  100 pessoas usam ou 20... aqui bem menos porque  aqui os papéis são descartados dentro do vaso junto com a descarga ( amo isso na Alemanha) e por isso você   nem tem o odor fétido como no Brasil. 
Abriii o berreiro, chorei demais, comprei meu sanduíche. Mas fiquei tão indignada de ter sido humilhada na frente de todos daquela forma que voltei lá no restaurante pedi para falar com o gerente ( num tinha kkk) então falei com o homem mesmo:
Disse mais ou menos assim: - “Peço desculpas mais uma vez por ter entrado no seu precioso banheiro, mas  de fato não pensei que precisaria pagar.  Talvez porque vim de uma cultura em que valorizamos mais as pessoas  do que coisas e se eu uso seu banheiro é porque eu realmente tenho uma necessidade e não porque quero fazer algo  ou sujar e se estivesse escrito aqui eu pagaria mas não vi nada  e  fui ensinada que  temos o direito de falar  tudo que queremos mas não temos o direto de desrespeitar as pessoas, você pode dizer tudo mas com educação..”.
 E ele disse : Rudimente ( claro) – E você precisa conhecer a nossa cultura  ( virou as  costas e foi fazer o seu trabalho) kkkkk
 Sim ele estava certo em dizer que preciso adaptar á cultura deles mas  desrespeito eu não preciso... Ninguém merece né gente...
Só para constar eu fiquei tão comovida que chorei o dia todo a noite toda por causa do homem do xixi! kkkkk  ( Você pode pensar que  chorar tanto por um fato simples desse é bobeira mas aqui  a sensibilidade toma conta e você não consegue  segurar kkk pelo menos eu não)
Estava   pensando em  fazer um movimento no facebook e chamar pessoas para fazer xixi na porta do restaurante  como protesto e foi ai que me lembrei que não estou no Brasil ( kkkkkkk TO BRINCANDO  genteee kkkk)

Pesquisei e conversei com pessoas alemãs sobre o fato delas pagarem para usar o banheiro até em estabelecimentos públicos  e elas foram categóricas em dizer:  Nossa, isso é certo, precisamos ajudar a pagar para pessoas limparem o banheiro... então tá né Alemanha! ...  quero fazer xixi no Brasil kkkkkkkk 

 Bezooooo

Débora Taynã Gomes Machado
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste

Copyright © Olhares e Vivências de uma Aprendiz | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes