sexta-feira, 2 de maio de 2014

É lucrativo?

Hoje  após um dia inteiro de reflexão  da minha vida toda. Desejei  estar na minha antiga casa ( ainda criança) com a vida simples  e sem muitos alimentos para comer, desejei isso porque nesta época  era eu e o colinho aconchegante da minha mãe e nos meus olhos  o brilho de encantamento pelo meu pai, nesta época  eu não tinha problemas e nem  decisões importantes a não ser ter que escolher entre qual boneca brincar. Nesta época  a única separação era a do horário escolar mas  quando voltava  eu tinha  novamente o carinho e o colo gostoso da minha e ainda querida e encantadora mamãe. 

Muitas coisas mudaram deste passado para cá, vi coisas que não queria ver, desencantei com quem não deveria ter desencantado, me decepcionei com meu “herói”, mas uma coisa que  não mudou foi o brilhante encantamento  pela minha mãe. Todos os dias nas minhas orações uma coisa eu peço:  Que  eu possa ter um dia a enorme beleza dela. A beleza em suas palavras sábias, a beleza em sua forma de agir, a beleza em trabalhar, a beleza no se portar e no falar.

 Um dos maiores medos da minha vida , talvez o segundo porque o primeiro é ( medo de perder a minha salvação) é de decepcionar minha mãe. Ultimamente as coisas não estão muito fáceis  porque  como muitos sabem ( ou os que não sabem) eu não vou morar mais no Brasil, mas ela nunca me disse: - Filha, não vai!  Porque se ela fala eu deixaria tudo e ficaria aqui com ela.Mas a sabedoria dela vai além de pronunciar essa frase. Sei também que o coração dela esta dizendo para eu ficar mas   mesmo assim ela não diz.

 Eu estava agradecendo a Deus por a vida dela que além de ter me dado a vida, eu tenho uma mãe que simplesmente é a melhor de todo o mundo, só Deus sabe como esta o meu coração. Já pensei varias vezes em  ficar aqui com  meu tesouro ( minha mãe) mas se fico como vou viver minhas próprias experiências?

Outro  dos meus maiores medos também é que ela neste tempo  que eu estarei fora precise muito de mim e eu não esteja aqui. Isso me soa como uma traição  ao meu coração porque somente eu e Deus sabemos  que se eu não tivesse ela, talvez neste momento eu estivesse morta ou sem Jesus. Ela não sabe  e nem mensura a importância dela na minha vida. Em minhas crises de revolta e de identidade na minha adolescência, foi a sabedoria dada por Deus a ela que me fez andar pelo caminho reto, e foram os ensinamentos dela que me fizeram ter a coragem  para realizar meus objetivos mas...e se ela precisar? E se ela quizer conversar ou simplesmente desabafar como fazemos habitualmente? E se ela fizer o cafezinho e eu não estiver lá para  jogar conversa fora do outro lado da mesa? E se ela se entristecer e adoecer? Onde estará a filha que tanto foi ajudada?Posso estar sendo melodramática demais mas é isso que penso. É tão difícil seguir meu caminho sem ela, queria tanto  pegar ela pelo braço e levá-la comigo onde fosse, mas durante essas minhas vivencias  eu descobri que  cada olhar é diferente e cada um tem um propósito e infelizmente ou felizmente ( ainda não sei definir) o meu não é o mesmo da minha mãe. Mas a verdade é que  nunca queria precisar despedir da minha mãe.

Hoje uma amiga me perguntou: - O que você esta fazendo é lucrativo para você? Tipo assim, isso vai valer a pena?  E eu respondi para ela meio gaguejando e entre as palavras: - Eu ainda não sei, mas estou indo descobrir. Uma coisa eu sei, estou indo debaixo da autoridade de Deus e sobre isso tudo depende do ponto de vista. se vc olhar do meu ponto achará lucrativo mas  em outros pontos  você  não achará... Mas a verdade é que ...
E vou olhar e viver, e espero voltar para encontrar o colo agradável da minha encantadora  e sábia mãe!

Bezo!


Débora Taynã Gomes Machado
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

Agoncílio Xavier da Silva disse...

Esteja sempre na direção de Deus e corra em busca de sua felicidade. Lembre-se sempre do hino de numero 4 da Harpa Cristã que diz: Deus Cuidará de ti...
Bjo
Te dolu muitão!!!!

Débora Gomes disse...

Obrigada Agoncílio, Deus o abençoe muito por suas palavras e por ler meu blog! O hino numero 4 fala tdo! :)

Débora Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patyy disse...

Aiii Débora me fez chorar no trabalho!! Aff
Sei exatamente o do que você está falando, já vai fazer 2 anos que vim pra Gramado e só penso em como queria estar perto da minha mãe! E olha que é menos longe do que aonde vc tá!
Deus abençoe flor!!

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste

Copyright © Olhares e Vivências de uma Aprendiz | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes