domingo, 7 de dezembro de 2014

Café com Alemanha

 Hoje estava pensando em um assunto e resolvi escrever para vocês... Já me perguntaram várias vezes quais são os meus sonhos para o futuro ou a tal  famosa pergunta: “O que você faria se ganhasse na Mega Senna?”
 Claro que tenho muitos, como todo mundo né gente?! Mas um dos sonhos que sempre nutri na minha vida foi a de  abrir uma cafeteria com confeitaria...
Penso que esse sonho começou com as aulas de espanhol no meu colegial( que memória é essa kkkk mil novecentos e bolinhas rsrsr), ao qual eu tinha uma professora que já havia visitado a Argentina  e sempre dizia das  charmosas  cidades visitadas pelas quais era comum sentar no café, ler o livro e conversar com amigos. 
   No Brasil eu sou de uma cidade onde o charme mesmo é acordar cedo e ir trabalhar; e em um bairro que o máximo que se concentra  para tomar um café é num quiosque na beira da esquina tipo “pega e vaza” e isso  se não houver cozinha no trabalho porque pagar R$ 0,50 em um café no quiosque é dinheiro kkkk ..( Ahhhh Débora, não é bem assim não... Em Goiania tem ótimos cafés e super charmosos ... )
Eu conheço sim cafés em Goiânia super fofos que dá vontade de  colocar um colchão e dormir ali mesmo devido o clima agradável e ótimo café servido
MASSS MEUS QUERIDOS E QUERIDAS LEITORAS eu sempre morei  na periferia e o máximo chique de cafés que você encontra é o café da padaria da esquina ... E claro, depois que eu tive um carro para andar eu  me dava ao luxo de ir tomar meu cafezinho de  R$ 6,00 (--‘)  bem de vez em quando kkkk só para ler o meu livro, admirar a paisagem e  claro como toda jovem solteira  limpar as vistas um pouquinho ( se é que você está me entendendo) kkkk
Mas a realidade é que eu sentia falta de um café perto do lugar onde eu morava com uma ótima vitrine de bolos, excelentes opções de cafés  um ambiente com um pequeno palco com apresentações de musica ... um  café que durante a noite se transformaria em um lanche moderno, musica ambiente, espaço para a leitura, espaço para  conversas, poltonas confortáveis... aiiii ... aiiii
E  foi ai que eu vim parar na Alemanha...
Aqui é simplesmente o paraíso de quem ama  cafés ( cafeteria) e olha que essa terra não produz  a matéria principal ( Cuma?)  A Alemanha não é produtora de café mas as cafeterias são um sucesso... confesso que no começo eu pensei:- O QUE? isso não é café, isso é chá mas  aprendi a beber o café no modo alemão:
Café + leite ( bem pouco) ou chantilly  sem nada de açúcar...
O começo foi PAVOROSO mas agora não vivo sem rsrrs
E é quando eu estou sentada nesses cafés que eu penso: Nossa, o Brasil é um super produtor de café mas as cafeterias não são algo famoso em nosso país... nem é algo lembrado... ( triste não?)
Amoo muito cada cafeteria de Hamburgo e o melhor é que já encontrei famosos tomando uma xícara de café nessa famosa cidade...

Mas mesmo amando os charmes das cafeterias daqui, eu sinto muita falta do gostinho do café da padaria da esquina. porque o sabor do café brasileiro é incomparável...


 Bezo

Débora Gomes Machado

domingo, 30 de novembro de 2014

Lutas, problemas, dificuldades e agora?

" E quando Albert Einstein viajou para os Estados Unidos depois de descobrir a teoria da relatividade. Sua mulher foi entrevistada com a seguinte pergunta:  - A Senhora conhece a complexa teoria da relatividade em que seu marido se tornou famoso no mundo? e ela respondeu:-Não, eu não compreendo a complexa teoria da relatividade pela qual meu marido é tão famoso no mundo, mas eu compreendo meu marido" ( citação de citação  Pr.  Hernandes  Dias Lopes - Pregação:  As teses de satanás olha lá no youtube depois de ler né kkkk)
  As vezes lutas cercam nossas vidas e não compreendemos  os verdadeiros motivos porque com nossa mente limitada só conseguimos compreender a gravidade do nosso problema e indagamos sempre o porque  para Deus. Mas  se você não conhece o motivo dos seus problemas. Você conhece Deus e sabe que ele pode fazer infinitamente mais, você sabe que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus  e isso é mais que suficiente para vc agradecer e descansar mesmo em meio a lutas e aflições. 
 Vou dar um exemplo simples:
  Tenho uma amiga  do meu trabalho  que não tem conseguido passar na prova de volante e  já fez mais de 4 tentativas... Ela chegou chorando e cheia de questionamentos 
E eu disse: - Pelo menos ainda não foram 09 vezes como eu e com certeza não serão rsrsr  ela se acalmou ao ver que de fato eu tinha mais experiencias nisso (ohhh se tenho), acabamos sentadas ( no horário de trabalho kkk)  e eu contando essa experiencia  que não foi fácil.
 Com toda certeza seu problema não é maior do que os problemas que Jó teve: ( quais foram mesmo?)  Imagina  vc ganha na mega sena  compra fazendas,  bois ( eu sou goiana  então vou colocar aqui os sonhos de consumo de uma legítima Goianiense kkk),  compra muitas casas e  com o passar dos anos seu dinheiro de quadruplica por   você ser temente a Deus e por viver em retidão ( jogando na mega senna? AHHH VÁ )  e se torna  mais rica que o Silvio Santos  e em um belo dia vc acorda rica e no final do dia está sem nenhum centavo... Nesse mesmo dia  você perde seus 10 filhos em um acidente e precisa enterrar todos, posteriormente, vc vai morar no barracãozinho de 2 cômodos e   sente  muitas dores no corpo, você vai para o SUS e descobre( depois de 1 mês) que  seu corpo está cheio de tumores  e  aparecem bolhas purulentas e  seu cônjuge diz que você precisa morrer e até  seus melhores amigos quando veem você naquela situação o culpam por tudo... Nossa,  será que seu problema é maior ou menor... Deus mudou a sorte de Jó quando ele estava de joelhos orando para seus amigos.. Nem mágoa ele não guardou? ( gennntee que homem é esse?)... Mas a vitoria dele foi duas vezes maior ...( Deem aos outros, e Deus dará  a vocês. Ele será generoso e as bençãos  que ele lhes dará serão tantas  que  vocês  não poderão segurá-las nas suas mãos Lucas 6.38 linguagem de hoje) Queria escrever isso para vocês hoje.. Eu sempre falo da minha chefe nas  minhas postagens porque ela me inspira muito, talvez posso estar enganada mas se acontecesse o mesmo que aconteceu com Jó com ela penso que ela agiria da mesma forma que Jó... (e você Débora? num sei menina num me pavora não  rsrsr não sei mesmo como agiria) que possamos entender que nas situações situações mais difíceis existe o Deus das impossibilidades, um Deus que transforma toda a ruína e bençãos  multiplicadas para aqueles que creem e depositam sua confiança nele.
 Ummm super bezoo 



sábado, 22 de novembro de 2014

Uma moeda para ...

O que valem mais? Pessoas ou coisas... Se vc pensa que minha pergunta é descabida e óbvia demais cuja a resposta  será claramente é : pessoas. Peço que você olhe melhor a prática de tudo isso...
 Hoje sai do meu curso de alemão  e no caminho eu  parei no centro para comprar um sanduíche muito gostoso  turco chamado Dönner ( que gosto demais aqui ), porém  meus rins graças a Deus funcionam bem demais (até demais kkk)  e  quase sempre ele quer soltar sua fabricação (kkkk novo nome para xixi) tipo de 40 em 40 minutos  nos lugares mais impróprios possíveis. No Brasil sempre fui acostumada a usar os banheiros e pedir licença e nunca tive problemas com isso.. E lógico que pensei que o mesmo aconteceria aqui em Hamburgo ( engano meu)... No começo percebi que aqui  sempre tinha uma pessoa de Jaleco  na parte de fora do banheiro com um pratinho para vc  colocar a gorgetinha  por ele cuidar  da limpeza e gentilmente você pode ou não ofertar, mas essa atitude já havia visto no Brasil e acho até  que é bom.
    E Eu com uma vontade lascada de  aliviar  e com as pernas  encolhidas andando rapidim kkk  ( Sabe quando já está insuportavelmente insuportável) kkkkk  fui até um restaurante perto da estação de trem, entrei e fui ao banheiro  (  q  não tinha homem de jaleco) e ao terminar  caminhando para a porta eis que um  homem alto já velho com cara de poucos amigos  parou na frente da porta impedindo minha saída  e rudemente me disse: que eu precisava pagar para ir ao banheiro e eu um pouco assustada disse: me desculpa  e ele rebateu :- Desculpa não, vc precisa pagar  e eu super desnorteada e sem entender e deverasmente envergonhada com as pessoas do restaurante e funcionários todos de olho na minha reação e no acontecido. Eu peguei  as moedas e paguei e como manteiga derretida que sou, quando bati a porta e sai eu comecei a chorar HOOORRRORES.
Geralmente pessoas alemãs  mais velhas e principalmente as que moram no norte (  eu moro no norte) são muito diretas  para não dizer sem educação, elas falam tudo na lata  e você gostando ou não elas vão te dizer.. Alguns amigos já haviam me contado experiências  tristes e  constrangedoras  mas  eu ainda não havia passado por isso  e também não imaginava que passaria tão cedo rrsrsrs. Aqui também existe uma peculiaridade que  tenho aprendido,  a de que quase todos os banheiros você precisa pagar para entrar e usar; então ta tipo assim, para eu sair de casa preciso quebrar o porquinho, porque se eu vou fazer compras ou  passar um tempo no centro eu irei usar o banheiro. (  até no shopping vc paga! existe uma catraca que vc só entra paganda  gata! é mole?)
 Nesse restaurante eu já havia ido outras vezes e sempre pensei que não precisava pagar porque não havia nada escrito... Talvez eu ainda ande com a cabeça  e com a cultura brasileira tão enraizada que  talvez ainda não me dei conta desse costume um tanto quanto egoísta. Ai eu te pergunto. Se vc tem um estabelecimento e coloca banheiro você precisará pagar uma pessoa para limpar certo? Independentemente se  100 pessoas usam ou 20... aqui bem menos porque  aqui os papéis são descartados dentro do vaso junto com a descarga ( amo isso na Alemanha) e por isso você   nem tem o odor fétido como no Brasil. 
Abriii o berreiro, chorei demais, comprei meu sanduíche. Mas fiquei tão indignada de ter sido humilhada na frente de todos daquela forma que voltei lá no restaurante pedi para falar com o gerente ( num tinha kkk) então falei com o homem mesmo:
Disse mais ou menos assim: - “Peço desculpas mais uma vez por ter entrado no seu precioso banheiro, mas  de fato não pensei que precisaria pagar.  Talvez porque vim de uma cultura em que valorizamos mais as pessoas  do que coisas e se eu uso seu banheiro é porque eu realmente tenho uma necessidade e não porque quero fazer algo  ou sujar e se estivesse escrito aqui eu pagaria mas não vi nada  e  fui ensinada que  temos o direito de falar  tudo que queremos mas não temos o direto de desrespeitar as pessoas, você pode dizer tudo mas com educação..”.
 E ele disse : Rudimente ( claro) – E você precisa conhecer a nossa cultura  ( virou as  costas e foi fazer o seu trabalho) kkkkk
 Sim ele estava certo em dizer que preciso adaptar á cultura deles mas  desrespeito eu não preciso... Ninguém merece né gente...
Só para constar eu fiquei tão comovida que chorei o dia todo a noite toda por causa do homem do xixi! kkkkk  ( Você pode pensar que  chorar tanto por um fato simples desse é bobeira mas aqui  a sensibilidade toma conta e você não consegue  segurar kkk pelo menos eu não)
Estava   pensando em  fazer um movimento no facebook e chamar pessoas para fazer xixi na porta do restaurante  como protesto e foi ai que me lembrei que não estou no Brasil ( kkkkkkk TO BRINCANDO  genteee kkkk)

Pesquisei e conversei com pessoas alemãs sobre o fato delas pagarem para usar o banheiro até em estabelecimentos públicos  e elas foram categóricas em dizer:  Nossa, isso é certo, precisamos ajudar a pagar para pessoas limparem o banheiro... então tá né Alemanha! ...  quero fazer xixi no Brasil kkkkkkkk 

 Bezooooo

Débora Taynã Gomes Machado

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Vou sobreviver?

A pergunta de hoje foi: - Será que eu irei sobreviver á esse inverno alemão?
Sou goiana (“ligítima”como diz meu tio), acostumada com um sol escaldante, acostumada a comprar anti transpirantes que prometem não sair  para fora da blusa ( sempre fui enganada pelas propagandas kk), super acostumada  em usar  blusinhas de tricôzim de manhã e às 10 não agüentar nem uma manguinha de tão insuportável calor. Descido então  vir para a Alemanha ( como assim? Gateenha, vai ler minhas postagens antigas, atualiza aiii bonita)  E Deus foi super mas super maravilhoso.  Esse ano foi o verão e outono ( começo) com temperaturas mais altas de todos os tempos,  até o  começo do mês de novembro ainda tivemos  temperaturas de 13 graus super  com sol e lindo e eu até cheguei a pensar que  de frio a Alemanha não tinha nada. ( gente isso é boato, esse país num vai esfriar não... “né” possível... kkk)
E amores de My life ...  Levanto todos os dias bem cedinho para ir  ao curso de Alemão e diariamente olho a previsão do tempo que já é uma rotina cultural e necessária aqui... Percebi que estava 1 grau, engoli seco e pensei naquele hino: “ Segura na mão de Deeeuuuss e vaiii!...” e eu fui  com 3 calças térmicas e uma leging por cima  2 sueters e uma blusa grossa de frio... e andando mais  a temperatura foi abaixando... abaixando e  chegamos  á -1 grau  (Mô Deus )  gelo nos carros, gelo na grama, gelo nas folhas da rua  e o pior gentemmm... Ainda não chegamos no inverno oficialmente.
E quando eu falo: - Nossa, está muito frio!  Eles dão uma risadinha irônica ( acho que eles pensam... tadinha dela kkk) e dizem: - Isso não é frio,  ainda não está frio...
Cumaaaaa? -1 grau não é frio JUsé?
E foi então que eu perguntei para eu mesma? Será que eu sobreviverei gente?  Quando eu disse isso em público com o coração um pouco aflito  meus amigos riram e disseram  em alemão mas vou traduzir do meu jeito kkk: Cê besta minina é claro que vc vai viver!
Ganhei muitas blusas e  aprendi muito os segredos de vestir para o inverno que eu nunca pensei que tinha segredinhos para  se vestir em baixas temperaturas mas a verdade é que tem...
 Mas o melhor de tudo que eu acho no inverno é  soltar fumaça pela boca me divirto horrores e sim eu pareço aquelas jecas que chegaram na cidade a primeira vez kkkkkk fico soprando e brincando com a fumaça porque acho o máximo kkkkkkkkkkkk...  Pelo menos uma coisa  boa tem que ter o frio né...
 Sabia que eu amo escrever para vocês? Sabia que eu também amo saber que vocês lêem minhas postagens? Obrigada pelo carinho

 Bezooooo

domingo, 26 de outubro de 2014

Adaptação

 Desde o início eu sabia que  a Alemanha era o lugar que Deus queria que eu estivesse, desde o começo eu senti paz. As vezes eu contemplo tudo que Deus tem feito aqui para mim e sei que é puramente pela graça ( favor imerecido) não mereço nada  do que Deus tem   feito.
Mas a adaptação não é fácil.  Já tem alguns dias que choro copiosamente  nas  noites após o trabalho que entro para meu quarto e não  tem minha mãe, minha família e  ninguém para conversar, não existe  muitas pessoas que posso ligar. Há pouco tempo eu disse: Eu vou embora, não agüento mais... já estou sem forças.
 No próximo dia recebi uma ligação no fim de semana  de um convite para eu  e mais algumas pessoas da igreja ir ao shopping  jogar boliche, fiquei com dúvida se deixava  minha cama gostosa e meu pijama que não tirava há dois dias ( credo)  ou se eu iria mesmo. Mas para não fazer uma desfeita  eu disse que sim.
Eu não ganhei o boliche se é isso que vocês querem saber... Mas ganhei algo que eu amo demais.. Eu sou uma mulher super curiosa por histórias de vida alheia ( num é fofoca não e sim  historias de vida sabe? Tipo detalhes de minha vida – sandes Junior amigo da gente kkkkk murri),   e uma mulher  da igreja ao qual não conheço muito    mas  tenho um carinho  grande por ela,  é  uma africana e  eu me identifico muito com essa nação.  Depois do boliche  sentamos na mesa para bater um papo e ela me perguntou  quanto tempo vou ficar aqui, quais são meus planos e etc.. etc... e eu lancei a pergunta  porque gosto muito de historias ( acho que se eu fosse da época em que Jesus estava na terra eu adoraria porque as parábolas  contadas por Cristo sempre me encantam )  - Porque você veio para a Alemanha e como vc conheceu seu esposo .. a historia dela era linda demais.. Não tinha mãe e pai e nem irmãos  porque todos morreram e ela foi criada em um orfanato, não tinha documentos e uma das frases que me impactaram foram: - Quando eu fui para a escola  eu percebi que meus colegas tinham pai, mãe e irmãos mas eu não sabia disso porque   fui criada em um orfanato e eu pensava que todos do mundo viviam do mesmo modo que eu, claro que fiquei triste mas  eu me lembrei que tinha Jesus  e eu disse para ele. Eu não tenho família mas  quero que a partir de hoje  você seja  minha família.
Sabe, Débora  quando eu estou me sentindo sozinha eu  falo com Deus, quando eu não tenho ninguém para conversar eu converso com Deus, quando eu não tenho amigos eu  passo tempo com o senhor porque ele é meu melhor amigo.
NOOOOOSSSAA vixxi quebrou meus dentes no meiooo kkkkk
E ao final da nossa conversa boa demais da conta que teve muito mais coisas  ela disse: Deus que me trouxe aqui para conversar com você sobre isso. E eu disse : Pode ter certeza que sim.
Tem um hino do Marquinhos Gomes  que diz assim: “ Levante os seus olhos e  veja o sobrenatural, quem tem promessa de Deus vence o mal”
 Talvez o maior mal que tenho sofrido é a solidão  e  a cultura  super MEGAAA diferente... Mas já está vencido! Tudo tem me feito crescer e amadurecer
Ummm bezo gentemmm

Saudadess desse nosso Brasil...

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Cheguei em Germany

 Chegueeiiii gente... e eu sei que vocês estão curiosos sobre meus olhares rsrsr  desta terra!  por isso Bora  ter um dedim de prosa! 
 Um certo pastor ao qual tenho imensa admiração me disse antes que eu  viajasse que haveriam 3 sentimentos possíveis    ao qual eu seria acometida. O primeiro,  seria que eu me vislumbraria com tudo; o segundo que  sentiria muita saudade e precisaria me disciplinar para não retornar ao país de origem e o terceiro  a  vontade de permanecer na Alemanha após me acostumar com o ritmo daqui.  Amanha completará 1 mês da minha chegada.
  E desde que aqui cheguei me recordo das palavras deste pastor e as guardo no meu coração, e o mais interessante é que  eu ainda me encontro nos dois primeiros sentimentos ( mas me pergunto sempre. Será que sentirei o terceiro? Rrs) , ainda fico pasma com os stands e os produtos maravilhosos da L’oréal profissional e  L’oréal maquiagens sendo vendidos  em supermercadinhos à preço de banana, ainda  me impressiono  quando olho no chão e não tem lixo  e que a policia chega em 5 minutos igualmente as ambulâncias,  e  me vislumbro a cada passeio de bicicletas  por casas magníficas e catastróficas de lindas com o  corriqueiro jardim cheio de rosas e  completamente floridos (  como será que eles conseguem tal façanha?  Eu ainda não sei) todas as vezes que eu passo pelos enormes jardins residenciais eu fico pensando: - Se  tivesse um jardim desse  do lado da minha casa no Brasil eu com total certeza pensaria : - Com certeza a dona dessa casa não trabalha,  q trabalho sem serventia kkkkkk.... Mas aqui não! Acho que  antes de  olhar o interior de uma casa para comprar eles olham o jardim.... ( amam natureza! Bom né? diferente)
 E a saudadeee.. ixixi.. Essa semana fui acometida de  uma pequena crise de 24 horas de choro interruptos  com insônias e choros madrugadisticos  ( cuma?)  noturno, diurno... kkkk  e pelo simples  motivo: A saudade, confesso que minha mala não era tão atrativa há anos...
 O mais interessante  é que  quando se está tão longe da família e amigos você pensa muito mais que antes a reflexão é sua fiel amiga. Sabe aquelas frases que você só diz quando um ente querido morre?! Tipo: - Nossa, eu deveria ter tomado mais café do irmão Vicente ( o irmão q  me vendia café delicia e puro – só o ouro), Nossa, eu deveria ter comido 3 formas de pão de queijo, porque eu não comi aquele feijão tropeiro do natal passado?, E eu que pensava q o arroz  tio Jorge era ruim! Saudade do arroz tio Jorge. Rsrrs e tbm você pensa, devia ter aproveitado mais tempo com meus amigos e família, Nossa aquele dia que eu fiquei em casa dormindo eu poderia ter ido confraternizar, agora eu sinto falta demais  e o melhor  você ora constantemente, a bíblia é seu livro de cabeceira e vc se dá conta que  pode  se estar no melhor nível de vida possível ( confesso que tenho uma vida  muito boa aqui, com todas as regalias  possíveis que são me dadas) mas  o que você mais quer é  sentar na mesa, conversar e rir bem alto, lascar um beijo em todos da família e  brincar com seus cachorros.
 Me assustei um pouco quando uma criança  veio  e  eu disse oi e perguntei o nome dela e a idade em alemão (  sou uma bilíngüe já por isso kkk) e ela veio e me abraçou  e  eu dei um beijinho e elogiei ela e meu namorado que estava jogando bola ao ver a cena  correu assustado e gentilmente veio ( correndo rsr) me alertar sobre o perigo e o risco de levar uma bronca, ele disse, para eu ter cuidado a respeito de beijar as crianças que eu não podia e  eu quase  empurrei a menina com medo da conseqüência ( brincadeira)   não se pode falar bunitim e  manhoso  com crianças aqui... ( isso é um desafio tbm para mim porque as crianças aqui são um as fofuras,  Igual o neném da Hipogloss... olhinhos azuis e loirinhos com bochechias suculentas kkkkk... Quando olho uma criança viro o rosto para minha boca não agir antes e falar: anaumm! Que coisinha mais gostosa é essaa? rsrsrsr
Débora e a língua?  ( To quase mudando para a China, porque acho que o Mandarim ta mais fácil kkkkkk)  Murri e num aprendi! Kkk
 Brincadeiras a parte,  a língua é um dos maiores desafios nesta terra, hoje eu entendo a angustia de um mudo/surdo.  Esses dias estava eu no metrô só “assuntano” o povo sabe? E eu ainda não tenho total certeza mas eu acho que tinham pessoas  falando de minha pessoa e creio eu que  não era um assunto muito bom.... sabe quando vc não esta entendendo muito bem e vc  chega o ouvido um pouquinho mais perto  e fecha um pouquinho os olhos para tentar entender? Assim fiz ...  e agora vc me pergunta o que eu entendi... Nada!  Kkkk Estudo todos os dias  mas  para falar no meu trabalho preciso de uma tradutora,  confesso que tenho melhorado cada dia mas  este desafio eu encontrei....
Que mais?!  Percebo que a Alemanha é uma terra muito abençoada, estava ouvindo uma palavra de uma africana e  ela disse: “ Olha o que Deus fez com esse país, ele passou por duas guerras, e não há escombros e sim riquezas, pessoas todos os dias vem para esse lugar”.. Sim esse é um país cheio de bênçãos e riquezas, mas, muitos  não estão aguentando mais estrangeiros, moro em Hamburgo. E realmente se vê mais estrangeiros do que alemães, tem de um tudo: Africanos, Iranianos, Brasileiros  TUUUUDOOOO!  E  acabo percebendo que quando estou sentada no metrô sempre  sentam  alemães com alemães, negros com negros ou com latinos rsrsr... Claro que isso não é uma totalidade, existem exceções... Os cristão são amáveis e  solidários  e amam estarem unidos é lindo de ver mas  essas são configurações do mundo.
Ahhh o melhor é quando eu me empacoto para sair de casa... que frio!  Aqui a media está entre 10 á 22º graus  atualmente... coloco todos os cachecóis e blusas e  minhas novas amigas viram para mim e dizem: Débora, estamos no verão! O frio começa em setembro... Pense O.o .... 
  E para finalizarrrr...  to gostando muito de viver aqui...  fui muito bem acolhida apesar de  dizerem que alemães eram frios, me senti abraçada!   E ainda me sinto... To muito feliz mas  com muitas saudades...


 Um bezoooo
Débora Taynã Gomes Machado 

sexta-feira, 2 de maio de 2014

É lucrativo?

Hoje  após um dia inteiro de reflexão  da minha vida toda. Desejei  estar na minha antiga casa ( ainda criança) com a vida simples  e sem muitos alimentos para comer, desejei isso porque nesta época  era eu e o colinho aconchegante da minha mãe e nos meus olhos  o brilho de encantamento pelo meu pai, nesta época  eu não tinha problemas e nem  decisões importantes a não ser ter que escolher entre qual boneca brincar. Nesta época  a única separação era a do horário escolar mas  quando voltava  eu tinha  novamente o carinho e o colo gostoso da minha e ainda querida e encantadora mamãe. 

Muitas coisas mudaram deste passado para cá, vi coisas que não queria ver, desencantei com quem não deveria ter desencantado, me decepcionei com meu “herói”, mas uma coisa que  não mudou foi o brilhante encantamento  pela minha mãe. Todos os dias nas minhas orações uma coisa eu peço:  Que  eu possa ter um dia a enorme beleza dela. A beleza em suas palavras sábias, a beleza em sua forma de agir, a beleza em trabalhar, a beleza no se portar e no falar.

 Um dos maiores medos da minha vida , talvez o segundo porque o primeiro é ( medo de perder a minha salvação) é de decepcionar minha mãe. Ultimamente as coisas não estão muito fáceis  porque  como muitos sabem ( ou os que não sabem) eu não vou morar mais no Brasil, mas ela nunca me disse: - Filha, não vai!  Porque se ela fala eu deixaria tudo e ficaria aqui com ela.Mas a sabedoria dela vai além de pronunciar essa frase. Sei também que o coração dela esta dizendo para eu ficar mas   mesmo assim ela não diz.

 Eu estava agradecendo a Deus por a vida dela que além de ter me dado a vida, eu tenho uma mãe que simplesmente é a melhor de todo o mundo, só Deus sabe como esta o meu coração. Já pensei varias vezes em  ficar aqui com  meu tesouro ( minha mãe) mas se fico como vou viver minhas próprias experiências?

Outro  dos meus maiores medos também é que ela neste tempo  que eu estarei fora precise muito de mim e eu não esteja aqui. Isso me soa como uma traição  ao meu coração porque somente eu e Deus sabemos  que se eu não tivesse ela, talvez neste momento eu estivesse morta ou sem Jesus. Ela não sabe  e nem mensura a importância dela na minha vida. Em minhas crises de revolta e de identidade na minha adolescência, foi a sabedoria dada por Deus a ela que me fez andar pelo caminho reto, e foram os ensinamentos dela que me fizeram ter a coragem  para realizar meus objetivos mas...e se ela precisar? E se ela quizer conversar ou simplesmente desabafar como fazemos habitualmente? E se ela fizer o cafezinho e eu não estiver lá para  jogar conversa fora do outro lado da mesa? E se ela se entristecer e adoecer? Onde estará a filha que tanto foi ajudada?Posso estar sendo melodramática demais mas é isso que penso. É tão difícil seguir meu caminho sem ela, queria tanto  pegar ela pelo braço e levá-la comigo onde fosse, mas durante essas minhas vivencias  eu descobri que  cada olhar é diferente e cada um tem um propósito e infelizmente ou felizmente ( ainda não sei definir) o meu não é o mesmo da minha mãe. Mas a verdade é que  nunca queria precisar despedir da minha mãe.

Hoje uma amiga me perguntou: - O que você esta fazendo é lucrativo para você? Tipo assim, isso vai valer a pena?  E eu respondi para ela meio gaguejando e entre as palavras: - Eu ainda não sei, mas estou indo descobrir. Uma coisa eu sei, estou indo debaixo da autoridade de Deus e sobre isso tudo depende do ponto de vista. se vc olhar do meu ponto achará lucrativo mas  em outros pontos  você  não achará... Mas a verdade é que ...
E vou olhar e viver, e espero voltar para encontrar o colo agradável da minha encantadora  e sábia mãe!

Bezo!


Débora Taynã Gomes Machado

sábado, 19 de abril de 2014

vou viver o novo!

Eu me lembro de um tempo em que a única coisa que eu queria era colocar a mochila nas costas e viver aventuras como  no filme “ Diário de uma motocicleta” ( claro, sem a presença de entorpecentes rsrs)... Sou privilegiada  em  muitas coisas e nas coisas as quais não sou  eu somente agradeço pq sei que  algum propósito existe e acreditando nessa teoria  eu tenho vivido  coisas sobrenaturais ( Cuma?  Tipo o que? ) Me refiro a coisas pequenas . Por exemplo: Há algum tempo um carro dos anos 70,60 ou 50  enfim uma  relíquia com motor, estava na minha frente;  o mais interessante  é que esse mesmo carro sempre parava na minha frente no trânsito ( coincidentemente ou propositalmente) e eu compulsivamente  ou buzinava  ou  tentava ultrapassá-lo ( como se ele deixasse...) mas  a verdade é que nesse tempo  eu era o furacão da estrada rsrsr  andava rapidamente com os pés  firmes no terceiro pedal rsrs...  E o mais interessante é que quando eu bati   por causa da alta velocidade a primeira coisa que vi  foi o tal carro que andava bem devagar e sempre estava na minha frente  como uma fênix que ressurge das cinzas  ( no momento que  consegui cair em mim ele passou), como se Deus me avisasse: - Tá vendo? É uma relíquia mas  não esta batida e para a preservação  o segredo é cautela e atenção... Já fazem mais de  3 anos que isso me aconteceu mas nunca esquecerei e sei que foi um recado e  foi o que me fez mudar neste aspecto.  Todos andam me perguntando... Débora vc vai mudar? Para onde vc vai? NOOOOSSAAA vai deixar sua familiaaa?  NOOOOSSSAAA, será muito difícil, vc vai chorar, sentir saudade... Semm sua MAAEE... Nossaaa que loucura, se eu fosse vc não iria ( AGORA me  conta uma novidade? Kkkkk)  Gatas e gatos... eu não vou morrer eu só vou me mudar, é bem certo que possivelmente passarei pelo processo do desapego e do corte do cordão umbilical que   já tem sido deverasmente  difícil para mim desde já... Mas  me diz uma coisa? Como fazer a obra de Deus se suas raízes são tão  grudadas que você não pode sair de nenhum lugar?  AHHHHHH mas  vc pode  fazer a obra aqui.. O Brasil precisa blá blá blá rsrsr
Queridos a maneira de Deus agir na sua vida é diferente da maneira que ele age na minha vida, Talvez Deus tem Goiás para vc e a Amazônia (armaria nãnn rrsrs)  para mim... Mas se eu digo NÃO  ás oportunidades ficarei aqui com “ pé rachado  colado no meu lugar e os propósitos  que Deus tinha  para mim  já Elves”... – Ahhhh mas  Deus respeita seu livre arbítrio e respeita o que vc quer....
Me desculpem mas não quero que prevaleça o que EU quero.. NÃOOO!  Eu quero que prevaleça o que Deus quer... e sinceramente  AHHH vá.... se tu ganha uma oportunidade ótima, misturada com uma vida com Deus e vida profissional promissora entrelaçado com uma vida sentimental abençoada tu num vai  pegá não mulé ? ( pega SIM que eu sei)
Estou um pouco enfadada de tantas perguntas e das mesmas respostas...  Porque a única coisa que quero é viver o novo, é ter experiências diferentes com Deus, pessoas e  ambientes, é olhar e viver  e descobrir ...
E se você sofrer?  Não serei a primeira,... Sim, não  tenho certezas do meu futuro mas  a certeza que eu tenho é a mais importante: Deus esta comigo e somente isso é o suficiente para eu não me preocupar com absolutamente nada
 Obrigada por serem fieis a  esta falha escritora

 Saudade de vocês  em breve novas postagens 

segunda-feira, 31 de março de 2014

situações

 Revirando na cama  e com os dedos coçando de vontade de escrever   e cheia de pensamentos enrolados, me levantei e  peguei o "note" E estou a escrever. Voltei!
Se um gênio  da lâmpada  aparecesse agora para mim eu faria 1 pedido de urgência:  Chocolates  Ferrero Rocher, por favor!   ( amo escrever comendo chocolates e ultimamente é o que  eu tenho carecido ).
Decidir um  futuro e uma formação aos 16 anos foi fácil perto da minha atual condição. Não é segredo para ninguém a minha relação com "my madre" Talvez ela seja para mim  não só a  mulher que me protege mas  ela é mais  ela  é quem eu  me espelho, quem  eu quero ser quando crescer (rsrs). As vezes quando estou brava com alguma situação eu paro e penso: - O que minha mãe diria? pq ela é sábia demais. Enquanto sofria rejeiçoes  e maldiçoes paternas ela me acolheu e seus olhos e seus abraços e seus afagos em meu cabelo desde a  pré adolescencia eram como se ela me dissesse: - Ei!  eu to aqui com você e  você sabe que não vou te abandonar!  é e ela nunca fez. Passado as situaçoes traumaticas,  as fases criticas  e o tão esperado perdão ao meu pai, sim em tudo ela esteve e em tdo sabiamente. O meu alicerce vem dela e  quando eu oro eu agradeço ao senhor porque eu não sou merecedora  de ser filha de uma mulher encantadora com ela. Mas a graça me foi concedida e me resta agora agradecer.  Mas  me parece tão dificil tomar algumas decisoes  entre viver um amor e estar ou não junto com aquela que te proteje... Como será agora Outra pessoa irá me proteger e ela?  será uma traição feito á ela que neste momento crucial onde suas pernas não possuem a força de outrora eu simplismente vou?! será que preciso de um curso de desapego o que fazer ? eu não sei!
 Mas espera!  se fico com ela encontrarei outro amor?  do mesmo modo? que me ama do modo que sou? e que  me surpreende a cada dia?  sera? ( não acho, ja que meu historico é um tanto enorme por assim dizer )
 mas e se fico com o amor eu terei ela? sim terei. Mas e se ela morre  e meu remorso ( pq não fiquei? ela me amava! ela estava sofrendo com minha ausencia )
Talvez seja uma questão cultural ao qual o nosso apego seja exacerbado mas  eu gosto disso. Eu gosto desse chamego e afeto de não aceitar a distancia e a saudade ser a mesma  e do mesmo modo de quando  ocorreu a separação.Jogar tdo para cima mas  permanecer nos braços acolhedores? ou simplismente viver o que tiver que vir e não pensar nas raizes e nem mesmo naquilo que te prende.?



Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste

Copyright © Olhares e Vivências de uma Aprendiz | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes