quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Homem é curado da AIDS

O paciente teve um caso isolado, mas sua história pode dar dicas sobre como achar a cura para a doença.
Timothy Ray Brown de 42 anos, um americano habitante de Berlim, teve um transplante arriscado de sangue de células-tronco em 2007 para tratar leucemia. Seu doador além de ter um tipo sanguíneo compatível com o seu, também tinha uma mutação gênica que fazia com que ele fosse resistente ao HIV.
Agora, três anos depois, sem tomar remédios antirretrovirais desde o transplante, e passar por testes completos, os médicos puderam declarar oficialmente:
O paciente de Berlim não mostra nenhum sinal de leucemia ou infecção por HIV, de acordo com um relatório divulgado pela revista Blood.
A demonstração é surpreendente é interessantíssima, mas até o momento é uma terapia muito arriscada para se tornar comum, pois é difícil até mesmo de encontrar doadores compatíveis, disse Michael Saag da Universidade de Alabama.
Sabe-se que…

O transplante a que foi submetido é feito para tratar câncer, e seu risco se realizado em pessoas saudáveis é desconhecido.
Esse tratamento envolve a destruição completa do sistema imunológico do receptor com medicamentos e radiação, e com as células do doador é que se desenvolverá um novo sistema imunológico.
A taxa de mortalidade ou complicações desse procedimento podem ser 5% maiores que nos procedimentos tradicionais, disse Saag.
Pesquisadores alemães informam que isso representa um avanço científico. A possível cura, porém, só veio depois de muitas complicações e tratamentos de saúde.

Fonte: blog da saúde

É DO BABADOOO!!!!
 Débora Taynã Gomes Machado



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste

Copyright © Olhares e Vivências de uma Aprendiz | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes